Cartão do Bolsa Família

Esse ano, Bolsa Família 2018 deve pagar mais de R$ 17 bilhões em benefícios

Este cadastro é realizado após uma análise de todas as informações apresentadas, e após a aprovação a família recebe um cartão de saque, que pode ser usado para recebimento do valor pago do Bolsa Família 2018 nas agências da Caixa ou em casas lotéricas.

Lembrando que em algumas cidades o cadastro no programa só é realizado após uma visita dos agentes credenciados da prefeitura, que fazem uma análise mais detalhada das condições em que vivem cada uma das famílias integrantes do calendário Bolsa Família, para que seja concedido o benefício ideal para cada ocasião.

Cartão do Bolsa Família

Cartão do Bolsa Família

Valores do Bolsa Família 2018

E serão avaliados vários critérios para que a família faça parte do calendário 2018 Bolsa Família. Estes critérios levam em conta a presença de crianças, de adolescentes, de mamães em fase de amamentação, dentre outros, e podem garantir um benefício mensal que varia de R$ 70 até R$ 306, valor este que foi reajustado para este ano de 2018.

Para maiores novidades basta ligar para a Central de Atendimento do Ministério do Desenvolvimento Social neste número: 0800 707 2003.

Calendário Bolsa Família 2018

O calendário do Bolsa Família 2018 segue o mesmo modelo dos calendários do bolsa família anteriores. Como em 2012, o calendário de pagamento segue um escalonamento conforme o número do cartão do beneficiário, sendo pago sempre na segunda quinzena de cada mês.

Aproximadamente 14 milhões de beneficiários poderão sacar a partir do dia 18 de janeiro, os benefícios relativos ao mês de janeiro de 2018. Desses 14 milhões, cerca de 3,4 milhões são do Brasil Carinhoso.

É importante sempre manter os dados atualizados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal para que seja calculado corretamente o valor do benefício. A atualização dos dados também evita o bloqueio, suspensão ou até cancelamento do benefício. A atualização deve ser feita sempre que houver mudanças na composição da família, como alterações de renda ou endereço, morte ou nascimento, entre outras.  As informações foram passadas pelo diretor do Departamento de Benefícios do MDS, Walter Emura.

Quem tem direito ao benefício

Os principais beneficiados pelo programa do Governo Federal são as famílias de baixa renda. Para integrar o quadro do Calendário Bolsa Família, é necessário que a média da renda familiar do grupo seja de até R$ 170,00 por pessoa. Caso a média seja inferior a R$ 70 por pessoa, o grupo ainda terá direito a um benefício extra, para ajudar principalmente com as despesas domésticas, como alimentação, por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *